domingo, 20 de novembro de 2011

Essa vontade maluca de pular no desconhecido, experimentar novos ares, me jogar com força em uma paixão tresloucada, de deixar alguém me conhecer profundamente, mas não ao ponto em que seja onisciente sobre os meus pesares, necessidade de segurar a mão de alguém e passear pela praia com uma garrafa de Vodka na outra mão e totalmente loucas de ácido.
Eu quero mais que uma olhada pelo buraco da fechadura.
Venha e derrube minhas defesas, faça com que eu queira você dentro de mim.

Um comentário:

  1. Caraca, esse final ficou provocante-ousado-assustador. Gostei, gostei!

    ResponderExcluir